Notícias & Dicas

A importância do exame toxicológico para motoristas

16 de Maio de 2019

Desde 2016, esta em vigor a Lei Federal 13.103, que torna obrigatória a realização do exame toxicológico para motoristas profissionais, nas categorias C, D e E, no momento da emissão e renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Na comparação do ano de 2016, primeiro da lei, com 2014, um dos anos com maior número de acidentes, a quantidade de mortes no trânsito diminuiu cerca de 15%. Esses dados são do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde.

O exame toxicológico para motoristas deve ser solicitado pelas empresas tanto na admissão quanto no desligamento dos profissionais contratados. A medida ajuda a melhorar a segurança no trânsito, uma vez que muitos motoristas usam substâncias ilícitas para ficar acordados.

O que é o exame toxicológico para motoristas?

O exame toxicológico de larga janela detecta a presença de substâncias psicoativas que podem ser encontradas por meio dos fios de cabelo ou pelos do corpo, por um período de no mínimo 90 dias.

As principais substâncias encontradas no exame toxicológico são:

  • Anfetaminas;
  • Metanfetaminas;
  • MDMA;
  • MDA;
  • Mazindol;
  • Femproporex;
  • Anfepramona;
  • Maconha;
  • Cocaína.

A coleta da amostra deve ser realizada em um laboratório acreditado e o resultado sai no máximo em 15 dias.  Se o resultado do exame for positivo, o motorista terá a carteira suspensa e deverá aguardar três meses para conseguir realizar um novo exame.

Importância do exame para um trânsito mais seguro

Desde que a lei entrou em vigor, houve uma redução de aproximadamente 40% no número de acidentes envolvendo veículos pesados. Isso porque, segundo dados do Ministério do Trabalho, cerca de 1/3 dos caminhoneiros fazem uso de algum tipo de substância para ficar acordado. Somente no ano de 2017, segundo dados da Polícia Rodoviária Federal, foram quase 90 mil acidentes graves e, desses, 48% deles foram provocados por caminhões.

Apesar de ainda ser um número muito alto, a ONG SOS Estrada mostra que nos últimos anos, houve um recuo de 34% nos acidentes com veículos de carga. Prova de que o exame toxicológico para motoristas é uma iniciativa efetiva no combate a redução dos acidentes de trânsito.

Não esqueça de assinar a nossa newsletter para sempre receber em primeira mão os nossos novos conteúdos!





Fale conosco!